quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Caminhos incertos

Tumblr_lg1h1005fb1qf7enho1_500_large_large
Sentada sobre a cadeira de algum lugar, pensamentos confusos, pensamentos novos, antigos, renovados. Pensando no futuro, relembrando o passado, apenas em flashs, e não mudando nada no presente. Viajando para lugares belos, movidos pela vontade, de um dia, andar pelas ruas de Paris, Londres... Europa em si.
Sentindo que sou e posso ser bem maior do que aparento. Querendo loucamente viver em cenas de filmes. As vezes amo demais, as vezes de menos. Sofro com a necessidade constante de mudança. Não consigo ficar presa a um padrão por muito tempo.
Há dias, que sinto que fico presa por um magnetismo, que me impede de prosseguir, pois sei que talvez pessoas sairão magoadas, pessoas que fazem de mim, a metade da sua laranja. Loucura, vontade de fugir de repente, ficar livre, vem e vai, mas é esse sentimento por essas pessoas, que não me deixa ir. Fico pensando, que minha vida não é mais como era a 5 anos atrás. Daqui a uns meses, o número de responsabilidades, duplicará, e não sei se conseguirei conciliar tudo de uma vez. Quero poder fazer as coisas a base do agora, ter liberdade de escolhas, de decisões, sem pensar. Egoismo meu? talvez, mas há uma hora que todos precisam de uma pequena dose para si. 
Porém, a vida ,é muito mais do que "Quero mudar". Pois quando estamos sozinhos, há dias de solidão e carência. Quando estamos comprometidos, há dias de louca paixão, mas também, completamente sufocados. Tudo a base dos extremos. Fico me perguntando, quanto tempo terei que esperar, para me sentir completamente feliz, plena, realizada, estabilizada, satisfeita? 
Tudo bem, estou falando como se tivesse 25 anos, mas tenho sonhos, planos, e princípios, que não posso deixar de lado, só por ser uma adolescente de 17 anos, com os pés na maior idade. Tenho que pensar e pensar, traçar metas e um dia, conseguir cumprir- las.