terça-feira, 29 de novembro de 2011

Como o mundo ta diferente...

De uns tempos pra cá, as coisas ruins que vem acontecendo no mundo, estão muito mais em evidência do que em outras épocas. São pessoas em rebelião para que o governo libere a maconha, crianças de 11 anos grávidas, pessoas recorrendo a projetos para auxiliar e alertar as crianças de 11 anos e aos adolescentes de 18 anos, sobre como o índice de aids entre eles está cada vez maior. 
Eu pensei que já não pudesse me surpreender mais, porém, a cada dia que passa, vejo, como a infância de hoje, não é a mesma que tive quando era pequena. Inocência, carinho pelos pais, educação pelo próximo, são raros lugares aonde se encontram. Crianças de 11, 12 anos, se portando como adultas, fazendo coisas de adultas, se nem sequer tem o corpo desenvolvido, a mente, principalmente desenvolvida, para lidar com assuntos tão 'pesados'. 
A tv, uma grande influenciadora, programas não recomendados para maiores de 10 anos, passando em plena 4 horas da tarde. Desenhos violentos, com palavrões, xingamentos, revoltas. Só ensinando coisas indevidas, para uma pobre criança, repetidora de tudo que vê. Assim como jogos de vídeo game, músicas em principal, a propagação da baixaria, chegando diretamente aos pequenos está incontrolável, confesso ter medo de colocar daqui uns anos, um filho no mundo, por mais que você eduque, a convivência na escola, ou em outros locais, faz das pessoas manipuláveis.
Outro dia, estava diante da tv, e parei com uma reportagem sobre Concurso de miss, para crianças. Fiquei paralisada naquele instante, vendo, tantas mães 'sem juizo', que estão manipulando suas filhas, a terem desde pequena, gosto pela vitória, revolta pela perda. Quilos de maquiagem no rosto de quem não precisa. Sorriso artificial, cabelo tingido, cheios de laquê, querendo ser mais do que são, perdendo a melhor época da vida delas, mães, servindo a criança de caprichos, achando o mundo um conto de fadas, com futuras mulheres de pele lisa, e roupa rosa. Porém, isso não acontece.
Criança tem que andar descalça, com o cabelo bagunçado de tanto pular, brincar de fazer comidinha, rir de um mísero barulhinho, arrancar gargalhada dos pais, ser bagunceiros, e muitas coisas mais, assim como sempre foi. Talvez as crianças de hoje, nunca ouviram 'histórias para dormir', ou não saibam canções de ninar. 
E você, o que acha de tudo isso que está acontecendo, ai na sua cidade também está assim, crianças que brincavam de barbie, hoje brincam de 'papai e mamãe' na prática? Comente, vamos debater.